Cenário pós-apocalíptico (projeto para d20 modern ou SAGA)

Página 1 de 2 1, 2  Seguinte

Ir em baixo

Cenário pós-apocalíptico (projeto para d20 modern ou SAGA)

Mensagem por Zanard em Qua 10 Mar 2010, 6:53 pm

Certo, vamos começar isso com o pé direito. Para isso, acho que precisarei do apoio do pessoal todo aqui do fórum que estiver disposto a ajudar.

Planejo criar um cenário. Já tenho a base da história do cenário quase pronta. Mais um pouco de tweaking e ela estará pronta. Poderemos pensar no resto depois que esta base estiver nos seus conformes. Você pode baixá-la neste link aqui.

O resto desta mensagem e melhor se lido depois de ler a base, mas você decide.

Algumas mudanças que decidi (com a ajuda do Allian e do Rakkah) fazer são:
- Mudar o nome das "substâncias" nanomantos etc. etc. porque ficou muito bobo e fácil de confundir;
- Mudar o nome dos "Desertos sem Céu" pois no cenário é mais conveniente que eles tenha vida e não sejam desertos;
- Dar mais ênfase ás Criaturas do Deserto (esse nome mudará, se mudarmos o nome dos Desertos sem Céu), pois eles serão prováveis inimigos dos jogadores;
- Estabelecer melhor os traços da sociedade reerguida, caracterizando melhor as cidades, os que nelas vivem, como vivem, e oque fazem;
- Arranjar um nome bom pro cenário!

Estas idéias de mudanças não são definitivas, oque eu planejo mudar agora pode acabar continuando igual no fim, e oque eu deixaria igual agora pode ficar completamente diferente. Espero que diferente para melhor! Se isso vai pra frente ou não depende de mim, e de vocês! Critiquem, elogiem, cricifiquem, aloprem, zoem, amem, oideie, mas por favor, não sejam indiferentes. É o que eu peço. Digam no mínimo uma coisinha!
Sugestões são muito bem aceitas, só não pago por elas pq não tenho dinheiro para tal!

_________________
avatar
Zanard
Nível 30

Mensagens : 5249
Data de inscrição : 03/12/2009
Idade : 22
Localização : Mais perto de você do que você imagina.

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cenário pós-apocalíptico (projeto para d20 modern ou SAGA)

Mensagem por Sigfried em Qui 11 Mar 2010, 1:34 am

"Coisinha"
Pronto, eu disse.

Bom, é uma premissa bem interessante.
Imagino que nesse mundo haveria apenas uma especie humanoide, os humanos, não?
Logo, poderiam existir diferenças em traços e atributos relativos a raça?
E obviamente, classes/profissões seriam definidas pelo que as sociedades desse mundo precisam.
Exploradores? Guerreiros? Caçadores? Médicos?

E qual seria o nivel tecnologico disponivel aos jogadores?
Muitas perguntas...
Eu adoraria ajudar no projeto...
avatar
Sigfried
Lord of Butter

Mensagens : 5429
Data de inscrição : 19/11/2009
Idade : 34
Localização : Em algum lugar

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cenário pós-apocalíptico (projeto para d20 modern ou SAGA)

Mensagem por Allian em Qui 11 Mar 2010, 7:29 am

eu acho que seria uma boa definir um sistema pra usar com o cenario, assim você vai saber melhor as limitações do sistema e adequar isso ao cenario. eu sugiro d20 modern ou saga.

sobre o cenario, eu ja dei meus pitacos. vo esperar pra ver o que a galera acha.

_________________
Spoiler:

Spoiler:
Cara... tem uns 6 meses que não entro no mafia e certas coisas nunca mudam.

votar nick nunes


"Keep Walking"
avatar
Allian
Nível 30

Mensagens : 4884
Data de inscrição : 06/08/2009
Idade : 29
Localização : São Paulo

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cenário pós-apocalíptico (projeto para d20 modern ou SAGA)

Mensagem por Gun Hazard em Qui 11 Mar 2010, 7:56 am

E quem tá de fora não sabe nem do que vocês tão falando...

Posso saber mais detalhes?


PS: Se a dúvida é entre D20 Modern e Saga, Fique com o Saga, pois ele é muito mais bem acabado e sem falhas gritantes que o D20 Modern tem.

_________________
Se não puder ajudar, atrapalhe, o importante é participar!

Colabore com nosso Blog: BLOG MASMORRAS & DRAGÕES

E Visite meu Blog: FALHA CRÍTICA
avatar
Gun Hazard
Anarquista de Plantão

Mensagens : 2983
Data de inscrição : 07/08/2009
Idade : 35
Localização : Santana de Parnaíba City

Ver perfil do usuário http://falhacriticarpg.wordpress.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cenário pós-apocalíptico (projeto para d20 modern ou SAGA)

Mensagem por Allian em Qui 11 Mar 2010, 10:27 am

Gun Hazard escreveu:E quem tá de fora não sabe nem do que vocês tão falando...

Posso saber mais detalhes?


PS: Se a dúvida é entre D20 Modern e Saga, Fique com o Saga, pois ele é muito mais bem acabado e sem falhas gritantes que o D20 Modern tem.

baixa o link que vc vai entender.
avatar
Allian
Nível 30

Mensagens : 4884
Data de inscrição : 06/08/2009
Idade : 29
Localização : São Paulo

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cenário pós-apocalíptico (projeto para d20 modern ou SAGA)

Mensagem por balard em Qui 11 Mar 2010, 10:59 am

Q link??
to por fora tb.

_________________
Itens mágico!

no blog -> balard.com.br
avatar
balard
Nível 30

Mensagens : 4722
Data de inscrição : 11/08/2009

Ver perfil do usuário http://balard.com.br

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cenário pós-apocalíptico (projeto para d20 modern ou SAGA)

Mensagem por Allian em Qui 11 Mar 2010, 11:14 am

Zanard escreveu:...

Planejo criar um cenário. Já tenho a base da história do cenário quase pronta. Mais um pouco de tweaking e ela estará pronta. Poderemos pensar no resto depois que esta base estiver nos seus conformes. Você pode baixá-la neste link aqui.

...
avatar
Allian
Nível 30

Mensagens : 4884
Data de inscrição : 06/08/2009
Idade : 29
Localização : São Paulo

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cenário pós-apocalíptico (projeto para d20 modern ou SAGA)

Mensagem por balard em Qui 11 Mar 2010, 11:42 am

recomendo pra quem quiser compartilhar arquivos, usar o google docs, especialmente arquivos de texto. Vc ainda pode subir os seus se quiser.

_________________
Itens mágico!

no blog -> balard.com.br
avatar
balard
Nível 30

Mensagens : 4722
Data de inscrição : 11/08/2009

Ver perfil do usuário http://balard.com.br

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cenário pós-apocalíptico (projeto para d20 modern ou SAGA)

Mensagem por balard em Qui 11 Mar 2010, 11:56 am

átomo de água? AAARRRGH!

Joga fora a explicação científica, tá muito furada, fica feio. ^^

A Guerra também tá ruim. Se os países com mais CO2 quissesem se mudar pros q tem menos, seria uma guerra rápida e avassaladora. Eles q dominam o arsenal nuclear relevante. A menos q o arsenal nuclear mundial tivesse sido afetado, ou o lado escuro fosse meridional, os fortes iam subir em cima dos fracos. Poder dissuasivo filho.
Não q isso fosse ruim, é uma premissa foda pra um cenário cyberpunk. Um acidente meteorológico como esse levou os países no norte migrarem em massa, a força, para os países do sul, metrópoles multi culturais, cultura de retalhos, super-população, castas bem definidas, mega empresas ^^

_________________
Itens mágico!

no blog -> balard.com.br
avatar
balard
Nível 30

Mensagens : 4722
Data de inscrição : 11/08/2009

Ver perfil do usuário http://balard.com.br

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cenário pós-apocalíptico (projeto para d20 modern ou SAGA)

Mensagem por Gun Hazard em Qui 11 Mar 2010, 1:23 pm

Falar ou não Falar?

Falei...

Acho estes temas Ecochatos, muito Ecochatos...

Guerra por causa de recursos naturais? Um Filtro fodedor de luz? Causador de Criaturas bizarras?

Eu não me interessaria por jogar um cenário assim.

Para voce fazer algo do gênero você precisa de uma história muito bem amarrada e um pouco verossimil (Até aí voce tem, apesar da sua explicação quase-cientifica depender de um elemento fantástico-não-explicável) e muito carisma, aqueles elementos que trazem novidade e vida mesmo a uma idéia já batida (o que não acontece, pois a história está chata e não há elementos que possam atrair a atenção do jogador para o cenário).

Exemplo: Fallout a velha história pós-apocalipse nuclear. Mas tão bacana que consegue ser divertida mesmo com os clichês...


Resumindo Com isso que voce tem a mão é possível criar um "Pano de
fundo" para algumas aventuras, mas não um "Cenário".

Não encare a crítica com algo para você desistir, mas como para você ter melhores linhas de trabalho e melhorar o material.

_________________
Se não puder ajudar, atrapalhe, o importante é participar!

Colabore com nosso Blog: BLOG MASMORRAS & DRAGÕES

E Visite meu Blog: FALHA CRÍTICA
avatar
Gun Hazard
Anarquista de Plantão

Mensagens : 2983
Data de inscrição : 07/08/2009
Idade : 35
Localização : Santana de Parnaíba City

Ver perfil do usuário http://falhacriticarpg.wordpress.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cenário pós-apocalíptico (projeto para d20 modern ou SAGA)

Mensagem por Zanard em Qui 11 Mar 2010, 6:31 pm

Sabe, eu abri para críticas exatamente por que é só uma idéia bem pão-com-ovo. Eu quero opiniões para saber oque tenho que mudar.
Então não se preocupem em tacar M em cima, ok? Se tem algo pra falar, falem. Só um detalhe, se vcs pensarem em alguma, lembrem-se que sugestões também são bem aceitas...
Algumas coisas que gostei do que vcs falaram e outras que (gostei) mas já tinha pensado:

Gun: Eu notei que ficou muito "eu sou um aluno da sexta série que estudou aquecimeto global e resolvi escrever alguma coisa", mas achei que talvez ficasse interessante. Quanto ao sistema, eu ainda estou em dúvida. Acho melhor pegar a opinião de mais gente (se é que vai ter mais gente postando...), entende? E não é só uma duvida entre d20 modern e SAGA, essas são só as que o Allian sugeriu.

E se você não gostaria de jogar num cenário assim, adoraria que vc explicasse porquê. É pq é muuuuito clichéed?

balard: Eu pensei nisso do poderio militar. Eu pensei que a luta ficaria enrolada por que ocorreu uma complexa rede de alianças internacionais, entende? Por exmeplo, mesmo que os EUA sejam fod*sticos, a América do Sul + América Central inteiras juntas seriam o suficiente para contê-los.

E quanto às armas nucleares, seria racionalmente impensável. Imagine, um criminoso que te matar e ficar com a sua casa. Ele tenta mas não consegue facilmente. Ele simplemente pega uma dinamite e destói a casa. Você morre, mas e a casa? Ela está inabitável, pois não existe! Se pensou de outra forma, explique-a sou todo ouvidos.

Para ambos: Eu ia tirar a explicação científica pq ela tava toda furada e muito ruim, e também pq o Allian disse que tava ruim. Eu concordei, tá uma grande M, mas deixei pq era melhor pra vcs terem um idéia do que eu tinha imaginado. E outra, eu não pesquisei como quimicamente tal coisa seria possível, só fui escrevendo oque deu na telha.

_________________
avatar
Zanard
Nível 30

Mensagens : 5249
Data de inscrição : 03/12/2009
Idade : 22
Localização : Mais perto de você do que você imagina.

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cenário pós-apocalíptico (projeto para d20 modern ou SAGA)

Mensagem por Sigfried em Qui 11 Mar 2010, 8:44 pm

Não vejo nada errado em um cataclisam ecologico acabar com a humanidade.
Clichê?
Talvez, mas os cenarios pós-apocalipticos recentes são sempre guerras nucleares e radiação, mutações e metralhadoras, desertos radioativos e fortalezas metalicas... Fica cansativo...
Eu fico interessado em tecnologia limitada, engenhosidade e cidades pequenas.

Lembro um filme onde tinham criado uma bacteria que consumiu todo o petroleo do planeta. A civilização teve que se desenvolver sem petroleo. Dava umas ideias interessantes...

Mas pode ser meu lado apaixonado por cenarios como Reinos de Ferro falando.

Bom, acho que divergi demais...
A explicação cientifica possui furos, e não sei se é essencial. Historias de ficcção cientifica nunca dão explicações realmente razoaveis para seus eventos...
Mas uma explicação mais geral sem muitos detalhes poderia ser mais aceita...
Mas fica necessario definir quanto da sociedade sobreviveu, para definir o nivel tecnologico disponivel. Dependendo disso, existem ou não megaempresas.
Quanto da natureza sobreviveu a guerra? Se o elemento nocivo não matou os animais silvestres, porque causou alteraçoes?

Possibilidade para o cenario:
Spoiler:

A infecção foi rapida e avassaladora. Talvez o caos tenha surgido em ordem diferente. Centenas ou quase milhares de pessoas começaram a morrer antes que a causa fosse identificada. O caos fez os paises de primeiro mundo suspeitarem primeiro de virus ou agentes nocivos criados por nações inimigas e disseminados em atos terroristas.
O medo dessas nações os levou a esconder a natureza dos eventos que aconteciam do mundo. As nações não descobriram que estavam sendo afetadas pelo mesmo fenomeno até ser muito tarde. Alguns paises já teriam entrado em guerra e causado destruição consideravel.
Quando as nações compreenderam que estavam sofrendo do mesmo mal, as suspeitas então cairam sobre paises não afetados. Antes que uma guerra devastadora começasse, foi idenfitificado a origem do mal que já havia consumido grande parte da população dos paises mais avançados. Agora que o mal era conhecido, as nações avançadas precisavam mudar seu territorio.
Brigas e disputas territoriais começaram, movidas pelo desepero. Algumas nações chegaram a ceitar serem destituidas para pederem pertencer a nações seguras, mas paises mais poderosos ainda tentavam manter sua posição. Infelizmente, não haviam muitas condições para serem discutidas.
Com as nações poderosas deseperadas para escapar da area contaminada, as nações ameaçadas logicamente se aliaram para proteger seus territorios.
O poderio de destruição em massa se tornou uma alternativa inviavel. Não se pode fugir para um territorio aniquilado, e a guerra armamentista que estava ocorrendo ameaçava criar mais pontos sob o manto.
No que poderia ser o auge de uma guerra que poderia condenar a humanidade, as capitais das nações em guerra foram destruidas por misseis não identificaveis. Sistemas de comunicação foram derrubados e satelites pararam de responder. O caos criado pela falta de liderança e comunicação levou ao fim da guerra em poucos anos. Levou ao fim da humanidade como era conhecida.
Nações ruiram por conta propria, nações destruiram outras nações só para ruir em seguida. Regiões desesperadas acabaram por continuar uma corrida armamentista industrial que causou sua propria ruina, na forma do manto nocivo que passou a cobri-las.
Após a "Guilhotina", que ceifou a humanidade, e após a queda da humanidade, começou o periodo de restauração.
Esse periodo seria onde a historia se passa, onde se pode jogar.
Sem comunicação a longas distancias e com ordem pouco definida, o caos reina pela maior parte do mundo.
Mas existem grupos de pessoas tentando sobreviver, cidades que resistiram e ainda persistem, territorios ferteis a serem cultivados, mas obviamente, todos ameaçados por inumeros tipos de bandidos, bandoleiros, saqueadores, assassinos e malfeitores.
Seria algo assim, Zanard? Ou estou muito metido a besta aqui?
avatar
Sigfried
Lord of Butter

Mensagens : 5429
Data de inscrição : 19/11/2009
Idade : 34
Localização : Em algum lugar

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cenário pós-apocalíptico (projeto para d20 modern ou SAGA)

Mensagem por Gun Hazard em Sex 12 Mar 2010, 8:44 am

Como disse eu não jogaria, porque voce não tem cenário!

Quais os elementos do seu cenário?

- Terras sem Sol!
É a única boa idéia, o único elemento marcante do seu cenário!

Fora isso voce não tem cenário, voce tem um pano de fundo, incompleto, mal trabalhado.

Se foque menos em dar uma explicação e mais em CRIAR coisas atraentes...

---

A Principio mesmo sua visão ecochata é ruim, pois ela é ecochata por ecochata!
Sem finalidade nem crítica nenhuma.
Todas as boas Ficções são na realidade um Crítica ou Sátira a nossa sociedade.
O que a sua visão tem de relacional? Aquecimento global por aquecimento global!
Acho que estou te questionando, mas sem ser muito claro, o que sugiro é que voce pense melhor, em desenvolver relações plausíveis.


Spoiler:
Por exemplo, voce deu o fato da invasão dos paises Escuros contra os claros, lembre do caso recente da invasão no Iraque. Coréia do Norte era uma ameaça muito mais real que o Falso atentado de 11/09 e a falsa ameaça do Iraque. Mas foi ignorado, pois não haveria lucro em "democratizar" a Coréia do Norte. Já no caso do iraque havia um Lucro (Dominar a distribuição de petroleo e havia uma razão em ser no Iraque, uma vez que o Iraque era aliado dos EUA (Os EUA que treinaram e armaram o Iraque, para o Iraque atacar um Pais vizinho que era Apoiado pela URSS), e depois do Iraque deixar de ser interessante aos EUA eles largaram mão, O Iraque rompeu com os EUA e para se manter tentou conquistar o Afeganistão que era um dos fornecedores baratos de petroleo para os EUA. Neste ponto os EUA transformou seu Antigo marionete em "Inimigo Mundial e da Democracia", sem lembrar que eles que fortaleceram o seu lider ditador...

Depois do fim da Guerra do Golfo Bill Clinton (Atual presidente) não teve interesse em continuar a politica mesquinha do Bush-Pai e deixou o Iraque quieto no canto dele.

War-Bush-Filho ao assumir o poder precisava de um inimigo fabricado para manter o EUA e o mundo sob influência dele e forjou o 11/09 e depois declarou Guerra ao Terrorismo e Anti-Democracias (Aproveitando para enquadrar o inimigo de seu pai na história), mas como justificar um ataque ao Iraque, já que o Iraque não estava se expandindo para nenhuma pobre país nocente e fraquinho? Forjar uma ameaça!

Expalhar que seus treinados Super-Espiões e sua Mega-Inteligência-Secretas teriam identificado Armas Biológicas, que são condenadas pela ONU (que come na mão dos EUA), e que o Iraque estaria pretendendo usá-las contra eles...

A ONU apesar de tudo não engoliu fácil (pois os outros países não teriam nada a lucar com a farsa) e exigiram provas. Bush tentou forjar provas, e dizer que o Governo Iraqueano estava escondendo o armamento da Inspeção da ONU.

Bush procurou ajuda com a UK (Sinceramente não conseguí apurar porque o UK apoiou os EUA), quando viu que ninguém mais apoiaria sua idéia louca ele simplesmente desrrespeitou a ONU alegando "Ataque-Preventivo", pois a qualquer instante o Iraque iria destruir a população americana e atacou.

Tomaram o Iraque, Prenderam o Sadam, mas...

"ONDE ESTAVAM AS ARMAS QUÍMICAS?"

Não existiam! E Ninguém questionou!
Ninguém sencurou os EUA por mentirem, por atacarem sem consentimento dos demais países.

E ainda por cima os EUA fizeram uma estratégia de marketing em cima para condenar a França por ter ficado contra os EUA, tachando a França de Covarde, Traidora...

Bush tinha feito várias declarações que Iria Intervir na Venezuela, pois Hugo Chaves é um Ditador e "é dever dos EUA zelar pela democracia no mundo inteiro", declarou intenção de interferir na amazônia "pois é dever dos EUA zelar pelas riquezas naturais do mundo"...

Claro, sempre que ouver lucro!

Mas mexer com Venuzuela ou Brasil, ou Irã é um pouco mais complicado, pois não são paises isolados do cilco mundial.

Não seria possivel escapar sem retaliações de um ataque assim.

Isso tudo se desenrola a mais de 30 anos (bem recente ainda...)

---

São estes detalhes que tem de ficar nítidos.

Os Filmes de George Romero, são todos uma crítica a nossa sociedade, os Zumbis representam a massificação promovida pelo capitalismo desenfreado, onde resistir a ela é impossível, pois cada uma que desiste ou tomba é um obstáculo a mais para se conseguir escapar do ciclo.

Também remete o lado mais podre e egoista do ser humano que é incapaz de ser solidário, ou coperativo quando o que está em jogo é a sua sobrevivência ou lucro pessoal. Geralmente as pessoas morrem nestes filmes devido a sua falta de alguma virtude moral...

Em uma das continuações existem uma clara distinção entre os ricos que vivem em conjuntos habitacionais cercados e protegidos e os pobres que tem de se virar para se proteger dos zumbis...


para acontecer o que voce sugeriu (os paises escuros atacarem os Claros), deveria ser algo desesperado, ou seja a devastação da luz-laranja deveria ser algo muito grave.

Neste caso teriamos as duas abordagens:
- Invasão em turba totalmmente desesperada e primitiva, sem governos nem nada, simplesmente todo mundo ao mesmo tempo.
- Criação de um inimigo. O Pais atacante tem de criar uma justificativa para o ataque (Veja Spoiler e compare com o cenário do V de Vingança...).

mas estou muito mais inclinado a acreditar no primeiro, pois evoca o primitivismo esperado em uma ambientação durante e pós-apocalipse...

Pense nesta coerência antropológica e nas relações e críticas que voce quer fazer com o cenário, pois simplesmente dizer "Não aqueçam o planeta pois é errado!" é meio infantil. (me lembra o desenho do Capitão Planeta)


---

Fora deste contexto antropológico, vou voltar a falar dos elementos de cenário.

Um cenário de RPG para ser interessante tem que ter Desafios, geralmente mais que um.

- As aberrações da luz-laranja
- um governo/associação-despotista-dominadora
- primitivismo, talvez como forma das gangues que lutam por sobrevivência...

Pense em outros elementos, quanto mais iteressantes e rico em carisma, melhor.

Pense que os Personagens tem que fazer algo.

O que eles vão fazer no seu cenário?

Dificilmente voce fará um cenário só para os jogadores ficarem parados reclamando que o aquecimento global destruiu o mundo...
Se fizer será muito chato!


Última edição por Gun Hazard em Sex 12 Mar 2010, 10:04 am, editado 2 vez(es)

_________________
Se não puder ajudar, atrapalhe, o importante é participar!

Colabore com nosso Blog: BLOG MASMORRAS & DRAGÕES

E Visite meu Blog: FALHA CRÍTICA
avatar
Gun Hazard
Anarquista de Plantão

Mensagens : 2983
Data de inscrição : 07/08/2009
Idade : 35
Localização : Santana de Parnaíba City

Ver perfil do usuário http://falhacriticarpg.wordpress.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cenário pós-apocalíptico (projeto para d20 modern ou SAGA)

Mensagem por balard em Sex 12 Mar 2010, 9:29 am

@Zanard, não, os EUA chutam a bunda do mundo inteiro sozinho praticamente, especialmente se junto deles na merda tiverem os outros países com poder militar forte e armas nucleares. Se todos os fortes estiverem JUNTOS nisso, os fracos não tem vez ^^ E o cenário q vc desenhou causaria justamente isso. Não existe mais guerras como antigamente, por causa do poder militar. Se os países do norte quisessem ocupar os do sul, era só explodir a capital e a cidade mais populosa de casa pais, se eles não aceitassem "dividir" as terras com os irmão necessitados. Qq o povo ia fazer? Ainda mais fechava uns conchavos de aliança com a elite desses países, q não ia nem precisar fazer guerra nenhuma.

Pra rolar algo que você propõe, a matança nos países poluidores tinha q ser rápida e mortal, tipo naquele O Dia Depois de Amanhã. Ali o que rola é uma fuga desesperada de metade da população, enquanto a outra metade tá morrendo. Não é uma invasão militar. A maioria das instalações militares e poder de fogo ia ter ficado perdido na área congelada, ia rolar conflitos sangrentos assim.

O Gun é besta, não tá dando nenhuma opinião decente, só dando copy paste nos sites de conspiração favoritos dele.

Q tal o contrário? Um vírus/bactéria/agente químico lançado no ar, mata 90% dos seres vivos atingidos, e causa mutações nos outros 10%. O porem é que ele só fica ativo em temperaturas baixas. Todos os afetados são perdidos de uma maneira ou de outra. Os sobreviventes migram em massa para as partes mais quentes do planeta. Governos locais entram em colapso com o aumento da violência e a superpopulação. Países entram em guerra por pedaços do mundo que nunca ninguém se interessou, como desertos e o Piauí. Na civilização em frangalhos, os poderes sobreviventes lutam por pedaços seguros para viver, e o aquecimento global é estimulado para criar mais regiões seguras.

_________________
Itens mágico!

no blog -> balard.com.br
avatar
balard
Nível 30

Mensagens : 4722
Data de inscrição : 11/08/2009

Ver perfil do usuário http://balard.com.br

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cenário pós-apocalíptico (projeto para d20 modern ou SAGA)

Mensagem por Gun Hazard em Sex 12 Mar 2010, 10:12 am

O único ponto do meu Spoiler sucetível a ser chamado de "Teoria de Conspiração" é o que falo do 11/09, fora ele todos os demais são fatos históricos. Comprovados por históriadores, testemunhas, livros e fatos. Só o atentado que não há como comprovar que tenha sido interno, mas o fato que serviu convenientemente como um pretexto para as idéias e intenções do Bush é coincidência demais para meu gosto...

E cabe como uma luva com os ensinamentos do "Manual dos lideres Facistas".

_________________
Se não puder ajudar, atrapalhe, o importante é participar!

Colabore com nosso Blog: BLOG MASMORRAS & DRAGÕES

E Visite meu Blog: FALHA CRÍTICA
avatar
Gun Hazard
Anarquista de Plantão

Mensagens : 2983
Data de inscrição : 07/08/2009
Idade : 35
Localização : Santana de Parnaíba City

Ver perfil do usuário http://falhacriticarpg.wordpress.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cenário pós-apocalíptico (projeto para d20 modern ou SAGA)

Mensagem por Sigfried em Sex 12 Mar 2010, 12:41 pm

Um cenario precisa estar carregado de critica social pra ficar bom? Isso explica muita coisa...
Apesar de que eu concordo que o 11/9 foi uma armação. A melhor forma de liderar e unir um povo é criar um inimigo contra quem lutar.
Portanto, o cenario precisara de inimigos tambem.
Eu sei que Zanard tinha pensado nisso, não sei porque não mencionou.

Balard tem razão, a destruição teria que ser muito rapida e mortal pra incapacitar os paises poderosos. Mas eu não aguento mais virus/bacterias/quimicos dizimando a população. Tem sido usado a exaustão nos ultimos dias.

Vou continuar desenvolvendo minha interpretação enquanto Zanard não me mandar parar:
Spoiler:
Então... A infecção nociva esteve acontecendo por anos, sem ninguem suspeitar de nada, e varios grupos de pesquisadores de diversos canos do mundo conseguiram identificar as propiedades nocivas do novo elemento. Mas ennhum dos diversos grupos de pesquisa descobriu uma forma de elimina-lo dos organismos contaminados, e a ideia de diminuir a emissão de poluentes e o ritmo do avanço industrial era muito pouco lucrativa para as nações poderosas darem atenção.
E começaram a surgir vitimas da "febre" causada pelo calor excessivo. A principio, os casos esparsos e isolados, onde criaças frageis e idosos eram vitimas, alamaram a população, mas os governos não viram nada muito grave acontecendo, e acalmaram os povos prometendo soluções e garantindo segurança.
Até que algo desencadeou os eventos. Não identificaram o que foi o catalisador, nem se foi um fenomeno natural ou intervenção humana.
Mas aconteceu, as pessoas contaminadas com alto teor do elemento começaram a entrar em combustão espontanea, queimando até a morte.
Em apenas dois dias, cenenas d milhares de pessoas haviam repentinamente entrado em combustão e gerado incendios e caos. Deseperados e sem informações, os sobreviventes entraram em conflito com as forças da ordem, causando ainda mais destruição e mortes. Os governos tiveram dificuldades em conter o medo e odio do povo, principalmente por não saber o que causava a combustão espontanea.
Imediatamente, os governos afetados que ainda mantiveram suas estruturas o suficente acusaram nações não afetadas de terrorismo e começaram guerras.
Mas as forças militares e a população haviam sofrido perdas catastroficas e a guerra dependeu de armamentos pesados.
Mas mesmo durante os conflitos, pessoas infectadas ainda morriam de febre ou em chamas.
Levaram meses para que descobrissem que as mortes estaval ligadas a exposição aos elementos nocivos das areas altamente poluidas. A guerra havia consumido e arruinado varias areas habitaveis que poderiam ter abrigado as pessoas que queriam sair das areas infectadas.
Isso gerou uma nova onda de medo e terror nas populações, que começar a culpar seus governos por não serem capazes de salva-los e por destruir territorios onde estariam a salvo.
E os govenros decidiram então tomar as terras limpas de outras patrias.
Esse novo conflito não poderia contar com armas nucleares, as poucas areas não poluidas precisavam ser protegidas.
Mas a guerra não durou. Antes mesmo de seu auge, inumeras cidades grandes e capitais ao redor do mundo foram bombardeadas no evento conhecido como "Guilhotina", onde todos os sistemas eletronicos de comunicação pararam de funcionar permanentemente.
A humanidade então foi jogada para uma era de caos e destruição.
(Mas de certa forma, fico em duvida... Gun não está errdo em achar que a destruição causada pelo caos de uma invasão primitiva de uma turba de pessoas tomadas pelo desespero irracional seria mais coerente, mas não consigo imagianr destruição o suficiente para nivel mundial....)

O cenario se passa anos após a "Guilhotina", em um mundo pós apocaliptico onde poucas nações ainda possuem ordem e a maior parte do planeta está arruinada.
Em diversas regiões, o nivel de poluição aparentemente tem diminuido. Varios animais se tornaram mais perigosos, e a comunicação entre as cidades que se reerguem tem sido precaria.
O que pode haver NESSE mundo onde os joagdores estarão é que precisa ser mais discuto agora.
- Até que nivel as criaturas afetadas tanto pelas guerras quanto pelo elemento nocivo se alteraram? Nivel de Fallout? Ou nivel de "animais selvagens a solta pelo mundo"?
- Existem organizações poderosas? Porque não grandes grupos/governos depotas dominadores exercendo sua dominação em detrminadas regiões? Sim, ideia do Gun, mas funciona, principalemnte so os joagdores precisare de patronos ou inimigos.
- Grupos de bandidos. Claro. Semrpe existem grupos de bandidos/bandoleiros em cenarios pós apocalipticos. São os primeiros a se formarem durante o caos...
- Misterios a serem desvendados. A população comum não sabe como está a situação mundial. E ninguem ainda sabe com certeza o quão seguro estão do envenamento da poluição e menos ainda tem ideia de quem ou o quê veio a causar a "Guilhotina"...

Zanard, por favor, me mande calar a boca. Por algum motivo, sua ideia me inspirou e eu fico aqui matutando e tantando colocar as criticas do Gun e do Balard de alguma forma no meio.
avatar
Sigfried
Lord of Butter

Mensagens : 5429
Data de inscrição : 19/11/2009
Idade : 34
Localização : Em algum lugar

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cenário pós-apocalíptico (projeto para d20 modern ou SAGA)

Mensagem por balard em Sex 12 Mar 2010, 12:50 pm

Eu não gosto muito dessa Guilhotina, mas acho q não ficou claro ^^

mas se vcs querem um cenário, tem q começar do contrário. Criem um cenário legal, depois pensem no que aconteceu pra deixar ele desse jeito. É pra ser uma história, ou um pano de fundo de várias histórias, não um exercício de futurologia.

_________________
Itens mágico!

no blog -> balard.com.br
avatar
balard
Nível 30

Mensagens : 4722
Data de inscrição : 11/08/2009

Ver perfil do usuário http://balard.com.br

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cenário pós-apocalíptico (projeto para d20 modern ou SAGA)

Mensagem por Zanard em Sex 12 Mar 2010, 5:37 pm

Agradeço agora, porque esse post vai ser longo e acho que vou ter esquecido de agradecer lá pelo fim dele.

As idéias do Gun são ótimas, não soaram muito conspiração não. Ele somente deu exemplos e sugestões. Até agora ninguém aqui disse nada com que eu discordei, pra falar a verdade. Estava pensando hoje e percebi que a destruição deveria ser muito mais rápida, para chegar a afetar tanto os países escuros.

Pensei em usar, como o balard disse, vírus/bacteria/quimicos extremamente perigosos, mas nessa eu estou com o Sigfried. Já tá manjado demais. Eu sei que ficou extremamente ecochata a essa história de "o aqucimento global é ruim porque sim", mas é pq tá muito underdeveloped essa parte.

As idéias que o Sig postou são basicamente oque eu tinha pensado, dito de uma forma bem mais plausível e compreensível. a guilhotina foi um evento que eu pensei só pra acabar com a guerra, de alguma forma, não me aprofundei nele direito, por isso não faz muito sentido.

Olha, eu gostei muito da idéia do balard e planejo seguí-la. Se alguém tiver uma idéia melhor, expresse-a logo. Vou começar definindo as coisas nessa ordem:

Spoiler:
-Definição do passar de tempo (É um futuro pós-apocalíptico, certo? mas até que ponto? é um mundo onde se vê mutações todo dia como se fosse normal, ou não? a tecnologia ultrapassa infinitamente a nossa atual? etc.etc.)

-Crítica á sociedade(Isso parece besta, mas o Gun tem razão. A crítica que a minha idéia original tinha era basicamente ao aquecimento global e como os países com maior poderio militar fazem oque querem, quando querem. Mas isso é extremamente vago. Oque seria melhor?)

-Estado do planeta(condições de sobrevivência boa, ruins, péssimas, inexistentes,etc.etc. O clima continuará o mesmo? As estações do ano, que são extremamente suscetíveis a mundança até hoje em dia IRL, serão as mesmas? O posicionamento terrestre dos continentes ainda será igual?)

-Estado da integridade da humanidade (Ainda existem nações, cidades, grupos grandes, empresas, ou foi tudo reduzido a pequenos povoados esparsos pela terra, em sua maioria nômades, etc.etc. Há comércio? Há sequer comunicação á longa distância (internet, telefone, ou os satélites foram derrubados?))

-Maiores perigos (quais serão as maiores ameaças? animais mutantes, bandoleiros, perigos químicos, áreas contaminadas com algum elemento nocivo?)

-Objetivos dos persongagens(qual é a missão dos jogadores? como o Gun mesmo disse, sentar numa mesa e discutir se deveriam ou não poluido o mundo? ou sair para desbravar o mundo, tentando sobreviver para ver o amanhã/ salvar a Terra/humanidade de uma possível destruição iminente?)

-Personagens(a partir do estado do mundo, dos perigos e dos objetivos, é possível definir que tipo de pessoas são necessárias para a sobrevivência humana no mundo. Caçadores? Fazendeiros? Cientistas? Exploradores? Assassinos?)

-Características carismáticas(como o Gun disse (eu tô usando muito doque ele disse pq concordei com mairo parte das críticas dele), os bandoleiros, por exemplo, não devem ser só bandoleiros. Devem ter alguma característica de os deixem "legais". Ao ivés de serem chamados de "bandoleiros" ,pode ter um nome legal como em Fallout, "raiders" (eu sei que é só inglês, mas é melhor do que thiefs ou etc.) Eles podem ser caracterizados pelo uso comum de veículos motorizados, que as pessoas normais se negam a usar, ou alguma outra coisa que os diferencie do resto.)

-História(oque aconteceu com o mundo de hoje para que ele virasse oque é no futuro?Aliens destruiram a humanidade? Uma guerra atômica eclodiu?Oque ocorreu?)

Um detalhe importante. Não pensem que desisti completamente da minha idéia que está no primeiro post. Planejo fazer o mundo em que o jogo ocorrerá primeiro, com alguma idéias que tenho, e a ajuda de vocês. No fim reescrever a história, mantendo alguns traços do original, corrigindo erros banais e melhorando oque está ruim.

Dêem algumas idéias sobre a idéia da ordem em que as coisas devem ser feitas. Se possível, em breve, porque já vou postar oque pensei para o primeiro tópico.

Definição do passar de tempo:
Spoiler:
O desastre(ainda não definido) teria começado mais ou menos nos dias de hoje. A tecnologia seria a atual, com pessoas falando "nossa! IAnything!", e coisas do gênero. As armas mais temidas seriam as bombas nucleares e armas biológicas, ou qualquer coisa que cause destruição em massa. As telecomunicações estão no mesmo patamar que hoje, boa parte do mundo tem telefone, grande parte tem acesso á internet, ás vezes sem fio, satélites transmitem aqualquer coisa.

Até o tempo do cenário teriam passado cerca de cem~trezentos anos (poucos deles anotes do começo do apocalipse, então a tecnologia não teria muito tempo de avançar). Em trezentos anos é possível utilizar muito o conceito de mutação/adaptação dos seres vivos para criar oque é que queiramos. Embora adaptação seja um processo mais lento, eçe pode oferecer variações óbvias dependendo do habitat, além de nunca ter sido explorado (muito eu disse. óbvio que já teve) em cenários pós-apocalípticos. E três séculos são tempo o bastante para se alocar em relação ao tempo decorrido antes, durante e depois do desastre, permitindo grande gama de opções.

Como planejo deixar a civilização basicamente aos cacos, trezentos anos obviamente não é o suficiente para se estabelecer um sociedade organizada, nem com a nossa tecnologia atual (ainda mais considerando que boa parte dela estará inutilizada, por algum motivo)

É isso. Se vocês não desistiram de ler na metade, fiquem a vontade de falar oque acham melhor para a passagem do tempo. Será que um intervalo de tempo menor é mais ideal? Ou um "gap" maior ainda será mais interessante? Cada lado tem seus prós e contras, como por exemplo, um gap menor impossibilita grandes mutações, oque deixa os perigos "naturais" menos divertidos, enquanto mais tempo nos faz ter de trabalhar melhor até onde a humanidade se adaptou ao novo ambiente.

_________________
avatar
Zanard
Nível 30

Mensagens : 5249
Data de inscrição : 03/12/2009
Idade : 22
Localização : Mais perto de você do que você imagina.

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cenário pós-apocalíptico (projeto para d20 modern ou SAGA)

Mensagem por Gun Hazard em Sex 12 Mar 2010, 8:09 pm

Sigfried escreveu:(Mas de certa forma, fico em duvida... Gun não está errdo em achar que a destruição causada pelo caos de

uma invasão primitiva de uma turba de pessoas tomadas pelo desespero irracional seria mais coerente, mas não consigo

imagianr destruição o suficiente para nivel mundial....)

Já assistiu "Ensaio sobre a Cegueira" acho que é do Fernando Pessoa Filme Gringo baseado em uma obra de um Brasileiro e

Filmado no brasil com atores Gringos... Muito estranho, mas muito bom. Ou "Exterminio"?

Você vai ter noção do que a falta de Autoridade faz com as pessoas despreparadas para conviverem umas com as outras sem o

fator "Crime e Castigo" envolvido...

Zanard escreveu:As idéias do Gun são ótimas, não soaram muito conspiração não. Ele somente deu exemplos e

sugestões.

As sobre a Guerra do Iraque foi só um exemplo mesmo para demonstrar como as coisas se arrastam e funcionam no mundo real,

para demonstrar que para ter o efeito de invasão apocaliptica o negócio teria de ter sido MUITO GRAVE e desesperadora,

como eu e o Balard Sugerimos, não foi uma sugestão para implantar no cenário nem foi uma teoria de conspiração...

Qualquer outra explicação mais amena seria descartada. Pois como o Balard Mencionou haveria uma maneira $legal$ de se

fazer isso sem necessáriamente haver guerra.

Zanard escreveu:Pensei em usar, como o balard disse, vírus/bacteria/quimicos extremamente perigosos, mas nessa eu estou

com o Sigfried. Já tá manjado demais.

Quer uma sugestão de algo que ficaria parecido com "Ensaio sobre a Cegueira"?
Síndrome de Capgras

Spoiler:
2- SÍNDROME DE CAPGRAS
Após sofrer uma desilusão com o cônjuge, com os pais ou com qualquer outro parente, a pessoa passa a acreditar que eles

foram seqüestrados e substituídos por impostores. O sintoma por vezes se volta contra a própria vítima: ao se olhar no

espelho, ela também acredita que está vendo a imagem de um farsante. Neurose total! O problema tende a atingir mais

pessoas a partir dos 40 anos e suas causas ainda não são conhecidas. A síndrome foi descoberta pelo psiquiatra francês

Jean Marie Joseph Capgras, que a descreveu pela primeira vez em 1923. Em graus mais extremos, a vítima acha que até

objetos inanimados, como cadeiras, mesas e livros, foram substituídos por réplicas exatas.

Outras sugestões interessantes aquí:
http://www.cogumelolouco.com/top-10-doencas-mais-estranhas-do-mundo/#more-2497

Ou uma outra Variação como no "Eu sou a Lenda"
Onde os Infectados passassem a reconhecer os demais a sua volta como uma criatura hedionda e bizzara.
Isso em larga escala e com alto indice de infecção pode sim causar o maior caos do mundo. (Vide "Ensaio sobre a Cegueira")

O que em sí seria uma Crítica a sociedade atual Capitalista-Individualista que não se reconhece mais como iguais ou

solidários (como as Histórias de Zumbis também), Onde o cada um por sí se sobre-sai e supera qualquer possibilidade de

cooperação.

Infelismente não sei como ligar esta abordagem a Guilhotina ou aos possiveis desafios fantásticos a serem explorados...

Zanard escreveu:a guilhotina foi um evento que eu pensei só pra acabar com a guerra, de alguma forma, não me aprofundei

nele direito, por isso não faz muito sentido.

Eu gostei dela...

A Guilhotina me lembra o Desfecho do Watchmen.

Ficam as dúvidas se quem disparou foi um grupo politico tentando estabelecer o dominio pelo medo, um grupo revolucionário

bem intencionado tentando acertar as coisas, simplesmente alguém que fez a maior cagada do mundo, etc...



Zanard escreveu:(É um futuro pós-apocalíptico, certo? mas até que ponto? é um mundo onde se vê mutações todo dia como se

fosse normal, ou não? a tecnologia ultrapassa infinitamente a nossa atual? etc.etc.)

Eu adoro quando surgem as dúvidas e perguntas a serem respondidas. Quer dizer que o negócio tá caminhando...

Pós-Apocalipse tem de ser Extremo para ser desafiador, meio termo eu acho que não rola.

Mas para aumentar a desigualdade é bom ter alguns pontos onde foram pouco afetados pelo caos e destruição.

Mutações depende que que tipo de desafio voce quer? Eu acho bacana ter elementos desafiadores, que podem ser Mutações

Nucleares/genéticas/pedra-papel-ou-tesoura, podem ser provenientes de outra dimensão que conseguiram entrar devido a

fragilidade entre as barreiras dimensionais causadas pela Luz-Laranja, podem ser até máquinas tentando destruir os

humanos, podem ser os Reptilianos que abitam a terra-oca que puseram seus planos milenares em ação...

Tecnologia também acho bacana o conflito dos extremos, uns com muito outros com nada, a ausencia de recursos pode por

exemplo levar um Highwayman a economisar os poucos cartuchos de suas espingarda de cano serrado (MadMax? Quem?)

Zanard escreveu:Crítica á sociedade...Oque seria melhor?

Quais Valores voce quer passar e quais criticar?

Não se prenda só a um ou dois, não tenha medo de por o dedo na ferida, mas não se prenda muito a isso se ver que isso pode

tornar o jogo chato demais para os jogadores...

Zanard escreveu:-Estado do planeta

Alias quem disse que precisa ser o nosso planeta? Pode ser um Fictício. o nosso vale a mesma dica que dei antes "Trabalhe

com os Opostos", mas capriche de pontos criticos. Sabe a Baboseira de "Points of Light" que os fans-boys da 4ªed acha que

é uma idéia original dela gostam? Trabalhe com isso. Um Ponto civilizado no meio do caos se sustenta só com muito esforço

e nem todo mundo vai trabalhar para isso (Vide Queda do Imperio Romano e o Filme e Séria AEON-FLUX)

Zanard escreveu:-Estado da integridade da humanidade
Idem ao acima

Zanard escreveu:-Maiores perigos
Aquí é o ponto que não tenho muito como ajudar, mas adoraria ver soluções interesantes de você
Um Exemplo de coisa bacana que ví é isto aquí:
Varna - Uma Chamado a Guerra.

O Cenário Nacional, Coloca Humanos, Anões e Elfos Brigando pelo mesmo Objeto/local, mas cada um por uma razão e ainda tendo de combater os efeitos desta razão. Todos estão certos dentro de seu ponto de Vista.



Zanard escreveu:-Objetivos dos persongagens
Geralmente o Objetivo dos HERÓIS (ou Anti-heróis) de uma Cenário Pós-Apocalypso é primeiramente Sobreviver e ajudar a tornar o mundo um lugar melhor. Mas Também a criatividade é a lei para se ter sucesso.

Zanard escreveu:Personagens
Então...
Os do SAGA, são bacanas Soldier, Scout, Scodrew (Eu escreví errado), Nobre, E substitua o Jedi pelo Adepto do TRUE20 e tire os poderes porradas de Jedi. Faltaria muito pouco que não pudesse se encaixar nestes arquetipos. Descritivos e backgrounds podem ser vários, mas mecanicamente acho que só estes e alguams adções de Arvores de habilidades já matam o problema.
Se tiver dúvida poste o problema que eu posto uma possivel solução...

Zanard escreveu:-Características carismáticas

Na minha opnião suas caracteristicas marcantes são:
- A Escuridão
- Luz-laranja
- Guilhotina

As duas Primeiras, me lembram o o Cenário da REDERPG "Crônicas da 7ª Lua", que também trabalha este aspecto de uma época que a luz falta e trás a tona Criaturas bizarras.

O Segundo já falei do Watchmen...

Zanard escreveu:-História
Que tal fugir dos cliches Realista demais, Doença, Genética, Zumbis, Atômico, Máquinas, e pensar em lapso do Tempo ou outra Dimensão?
Podemos até misturar elementos, mas temos de ter um PRINCIPAL.

Zanard escreveu:Definição do Passar do Tempo

Uma faca de dois Gumes.

Passar muito tempo impossibilita coisas do tipo "Nossa Achei uma Garrafa de Coca-Cola Original. E Acho que ela ainda não tá estragada...", ou "Vamos procurar algo de útil nas ruinas desta cidade abandonada", ou "Este Fuzil tá bom, só precisa de uma limpeza..."

Acho que um Intervalo de uns 100-150 dá esta atmosfera de ferro velho e dá tempo suficiente para qualquer mudança radical, pois nós já presenciamos Mudanças Radicais do que eram à 50 anos...

Passar muito Tempo só se voce quiser uma abordagem AEON-Flux...

Só não acho que voce precise descartar totalmente a idéia de culpar o Aquecimento Global, apenas trabalhe melhor e acrescente novas idéias junto com essa.

Por exemplo no Matrix foram os Humanos que Apagaram o Sol, para tentar deter as máquinas... Nãos deixa de ter uma relação.

_________________
Se não puder ajudar, atrapalhe, o importante é participar!

Colabore com nosso Blog: BLOG MASMORRAS & DRAGÕES

E Visite meu Blog: FALHA CRÍTICA
avatar
Gun Hazard
Anarquista de Plantão

Mensagens : 2983
Data de inscrição : 07/08/2009
Idade : 35
Localização : Santana de Parnaíba City

Ver perfil do usuário http://falhacriticarpg.wordpress.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cenário pós-apocalíptico (projeto para d20 modern ou SAGA)

Mensagem por balard em Sex 12 Mar 2010, 9:51 pm

Acho q a idéia básica de um cenário pós-apocalíptico é o colapso da sociedade atual. Existem vários tipos, Eu Sou a Lenda, Mad Max, Exlipse Phase, Gamma World, Dawn of the Dead. A diferença pra um cenário futurista, cyberpunk ou transhumanista é q a sociedade não evolui, ela foi destruída por uma catástrofe, o apocalipse do título, e teve q se reconstruir.

Definição do Passar do Tempo: Isso não precisa ser definido seriamente. O próprio Gamma World(fácil o rpg mais famoso de futuro pós-apocalíptico) deixa isso bem vago. Até pq vc pode considerar que partes diferentes do mundo foram "apocalipsadas" em épocas diferentes.

E depois eu falo do resto

_________________
Itens mágico!

no blog -> balard.com.br
avatar
balard
Nível 30

Mensagens : 4722
Data de inscrição : 11/08/2009

Ver perfil do usuário http://balard.com.br

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cenário pós-apocalíptico (projeto para d20 modern ou SAGA)

Mensagem por Allian em Sex 12 Mar 2010, 9:54 pm

não sei pq mais essa historia me lembrou o filme equilibrium. quem sabe vale a pena puxar algo de la.

_________________
Spoiler:

Spoiler:
Cara... tem uns 6 meses que não entro no mafia e certas coisas nunca mudam.

votar nick nunes


"Keep Walking"
avatar
Allian
Nível 30

Mensagens : 4884
Data de inscrição : 06/08/2009
Idade : 29
Localização : São Paulo

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cenário pós-apocalíptico (projeto para d20 modern ou SAGA)

Mensagem por Zanard em Sex 12 Mar 2010, 10:22 pm

Era isso que eu queria! Sugestões infinitas! Discussão! Very Happy
Vamos nessa, os pontos que você abordou são vários e tem alguns que quero introduzir:

"Ensaio sobre a Cegueira" é um livro muito bom, eu mesmo nunca li, mas minha irmã leu e me contou superficialmente a história. É um ótimo exemplo que você pegou para oque queria dizer. O único problema que eu vi nas suas idéias sobre a destruiçõa/caos é que ela ocorreria muito no interiro das nações, como guerras civis. Além disso, gostei muito da idéia, ela reforçaria muito a questão já mencionada da primitivadade humana em situações adversas.

A Sindrome de Capgras é interessante. Eu tive um idéia, que até se tornaria aplicável se considerarmos algo semelhante a esta doença, ou o mencionado mal que faz as pessoas verem criaturas bizarras ao invés do que realmente está lá. (pense bem, uma pessoa pode estar caminhando por uma área de contaminção radioativa muito forte e ver criaturas bizarras. ela não sabe se é realmente um criatura, ou se está alucinando até ser morta ou provavlemte matar a coisa no desespero.)

A Guilhotina é uma idéia interessante simplesmente pelo fato de que tem alguém por trás dela, que queria acabar com o caos, tinha poder para tal, e nunca foi descoberta. Gera dúvida e mistério. Existe um grupo extremamente poderoso que quer o bem da humanidade? Ou será que e´um louco por poder que quer A humanidade? É nisso que queria que os jogadores pensassem. Será mesmo após tanto tempo, essa "organização" ainda existe, no tempo quando se pode jogar? Pode até ser a mesma que está tentando consertar o mundo!

Pós-Apocalíptico sempre foi um dos gêneros que mais me atraiu. Por isso entendo razoalvemente dele, e posso concordar com você. Numa situação extrema, ou você tem perigos extremos, ou não funciona. Quanto à tecnologia, eu planejava deixá-la igual ou um pouco superior à nossa. Como em Fallout. A coisa mais avançada que eles têm são pistolas a laser. Ainda mais com recursos escassos, ela não teria como avançar muito de um jeito ou de outro. (toda essa coisa de recursos escassos e pouco munição à disposição, etc.etc. sempre atrai no pós-apocalipse pois é um ponto de charme a mais. Com todas as dificuldades a serem vencidas, você não pode sair usando o melhor que tem a torto e a direito.)
As mutações são um dos perigos mais conhecidos e utilizados em cenários nesse estilo. Claro, talvez seja interessante explorar outro caminha que não foi tão trilhado como você disse, como ameaças trans-dimensionais.

A crítica é um ponto que deve ser bem planejado, mas não devo me prender a ele, certo? Eu tinha pensado em não fazer críticas individualistas, mas mais voltados à sociedade como um todo. Não algo do tipo "poruqe as pessoas desistem no primeiro obstáculo que encontram" ou "enfrente seus medos". (Deixe esses para o Mouse Guard, que os explora muito bem) Algo mais abrangente. Do tipo "você teria coragem de deixar sua vida nas mãos de alguém que você sabe que pode te dar um tiro a qualquer momento?", para valorizar muito mais o trabalho em equipe e cooperação do que o heroismo, martirização. Se sobressair em um grupo não é bom, tentar ser melhor que os outros é besteira.
Fallout 3, por exemplo, tem muitas críticas que passam despercebidas, se você jogar por jogar, sem ver oque está na sua frente, mas entender as mensagens. Podemos tentar trabalhar assim, os jogardes nem devem perceber que há uma mensagem no que estão fazendo, mas estão a captando sem saber.(os próprios vaults são, na minha opinião, uma reflexão que várias nações tem quanto á alienação. Você se protege e quem vai se f*der que se f*da. O ghouls são um retrato da discriminação e preconceito (bem óbvios esse, hein?).)

O planeta, eu nunca, sinceramente, tinha pensado em fazer em outro. Seria bem mais confortável, na verdade. (voce não sabe o número de vezes que impaquei para escrever aquilo no começinho por causa do país onde tal coisa acontesse, etc.etc.)
A integridade da "humanidade" (nem sei mais se a raça principal serão humanos, provavelmente sim) pode sim ter sido dilacerada, mas nada a impede de se reerguer, certo? Alguns pontos na terra podem ser berços de cidades/civilizações com um líder, ou até utopicamente anarquista(tá certa a ortografia?). Requer o esforço conjunto de muitos, sim, mas exatamente por isso seria extremamente desafiador resistir aos perigos do mundo, impedir a entrada de vagais, manter a ordem na população, etc.etc. E também, graças à dificuldade da tarefa, muito poucas, talvez um número menor que um dígito, de cidades exista.

Tá, você pediu idéias interessantes de mim, não sei se te decepcionarei. Tentarei não o fazer. Os principais obviamente serão sejá-lá-oque foi que causou o início do "apocalipse"(se foi uma doença,etc.etc. Se encaixa até se for uma invasão trans-dimensional, podem ser as próprias criaturas/habitantes da outra dimensão), seguido das próprias pessoas(os bandoleiros, aqueles que perderam a capacidade de raciocínio, os paranoicos, neuroticos, aqueles que querem se proteger, etc.), em seguida o ambiente (contando clima, escassez de alimento, a radiação(se houver), etc.etc.), e você mesmo(como se fosse difícil ficar louco ou simplesmente desistir de viver num mundo assim). Se definirmos oque causou o desastre pra começo de conversa isso ficaria mais fácil. (mutação, invasão trans-dimensional, doença, esqueçe esses:vírus/bacteria/zumbi/infecção)

Planejava, na verdade, fazer os jogadores esquecerem que são melhores que humanos comuns (esquecerem essa história de serem heróis). São humanos, e por isso prezam sua vida antes de tudo. Claro, eles podem ser heróis por fazerem coisas históricas, importantes/f*das, mas numa questão de poder, não mais são do que aqueles á sua volta. (claro que alguns níveis de experiencia podem fazer diferença) Alguma coisa para impedir a morte rápida e fácil dos personagens para não tornar isso frustrante ajudaria, pra falar a verdade. (Fico em dúvida nesse ponto. Se for pra viver a fraqueza humana, pra que os jogadores jogariam alog, pra começar, né? Se alguém tiver uma opinião mais concreta...)

Oque você falou dos Personagens, da História e da Passagem de Tempo eu não tenho muita coisa pra comentar. Eu acho que "achei uma garrafa de coca-cola que ainda tá boa" é muito da hora, gostaria de seguir nesse sentido.

Balard, quanto a vago eu concordo, mas acho melhor não exagerar. Não podemos dizer coisas como eu mesmo fiz ( em 2017, em 2020, em 2025), mas também não podemos dizer algo como "cerca de 200 anos se passaram...". Precisamos estar num meio termo entre especificidade(de novo, tá certo?) e liberdade de imaginação do jogador/mestre.

Allia, Equilibrium é f*da mesmo. Acho que é uma idéia que as autoridades possam ter usado drogas para tentar acalmar a população. É uma ótima idéia na verdade, priciplamnet porque um plano assim pode dar errado de diversas formas xD

_________________
avatar
Zanard
Nível 30

Mensagens : 5249
Data de inscrição : 03/12/2009
Idade : 22
Localização : Mais perto de você do que você imagina.

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cenário pós-apocalíptico (projeto para d20 modern ou SAGA)

Mensagem por balard em Sex 12 Mar 2010, 11:24 pm

O gamma world não diz quanto tempo se passou, pq o povo sobrevivente NÃO SABE quanto tempo se passou ^^ a destruição da sociedade foi tão completa q ninguém sabe ao certo quando tudo foi pro brejo

_________________
Itens mágico!

no blog -> balard.com.br
avatar
balard
Nível 30

Mensagens : 4722
Data de inscrição : 11/08/2009

Ver perfil do usuário http://balard.com.br

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cenário pós-apocalíptico (projeto para d20 modern ou SAGA)

Mensagem por Zanard em Sex 12 Mar 2010, 11:27 pm

Ah, tá! Isso faz sentido, na verdade. Quando não se está ciente da passagem do tempo, você não sabe quanto tempo passou. (redundante, mas é por isso que faz sentido)

_________________
avatar
Zanard
Nível 30

Mensagens : 5249
Data de inscrição : 03/12/2009
Idade : 22
Localização : Mais perto de você do que você imagina.

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cenário pós-apocalíptico (projeto para d20 modern ou SAGA)

Mensagem por Gun Hazard em Dom 14 Mar 2010, 9:46 am

Matrix também o povo não tem noção de quanto tempo passou...

PS: Faltou o Balard falar de um dos cenários de RPG pós-apocalipse mais conhecidos: DarkSun.

_________________
Se não puder ajudar, atrapalhe, o importante é participar!

Colabore com nosso Blog: BLOG MASMORRAS & DRAGÕES

E Visite meu Blog: FALHA CRÍTICA
avatar
Gun Hazard
Anarquista de Plantão

Mensagens : 2983
Data de inscrição : 07/08/2009
Idade : 35
Localização : Santana de Parnaíba City

Ver perfil do usuário http://falhacriticarpg.wordpress.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cenário pós-apocalíptico (projeto para d20 modern ou SAGA)

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 1 de 2 1, 2  Seguinte

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum